Fernando de Noronha

 

 

Fernando de Noronha

 

O Arquipélago de Fernando de Noronha é um distrito estadual de Pernambuco, formado por seis ilhas maiores: Fernando de Noronha, Rata, Meio, Lucena, Sela Gineta e Rasa, além de alguns rochedos. Inclui o Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. A ilha principal, a única habitada, tem o mesmo nome do Arquipélago e possui 18 km de comprimento, por 6 km de largura. Fica a 360 km de Natal e a 545 km de Recife.

A Ilha de Fernando de Noronha aparece no Cantino, de outubro de 1502, como Quaresma. Assim defendeu Duarte Leite (O Mais Antigo Mapa do Brasil, 1923), que atribuiu sua provável descoberta à expedição de Gonçalo Coelho, durante seu retorno, na Quaresma de 1502. A ilha representada, no Cantino, ao lado de Quaresma não seria uma mancha, como Leite aventou ser possível, veja explicação em Atol das Rocas. Um mapa de Luís Teixeira, da segunda metade do século 16, indica a Ilha de "Fernam de Loronha" mais ou menos no mesmo lugar do Cantino.

Em 16 de janeiro de 1504, o rei D. Manuel doou a Ilha, como capitania hereditária, para Fernão de Loronha, chamando-a de São João (sam joham). Desde 1502, Loronha tinha um contrato de arrendamento de toda a Terra de Santa Cruz. Em 1693, D. Pedro II confirmou a posse da Ilha de São João a um descendente de Loronha. Foi essa a primeira donataria hereditária do Brasil.

De 1635 a 1654, foi ocupada pelos holandeses. A efetiva colonização portuguesa deu-se a partir de 1737, quando se iniciou a construção do Forte de Nossa Senhora dos Remédios, no local de um antigo forte holandês, e a Igreja de mesmo nome.

Em 20 de fevereiro de 1832, o Arquipélago foi visitado pela expedição do Beagle, com Charles Darwin, após visitarem o Arquipélago de São Pedro e São Paulo.

Em 1942, Fernando e Noronha tornou-se um território federal.

Em 5 de junho de 1986, foi criada a Área de Proteção Ambiental de Fernando de Noronha - Rocas - São Pedro e São Paulo, pelo Decreto n°. 92.755. Atualmente, inclui 30% da parte terrestre do Arquipélago de Fernando de Noronha e seu entorno marinho, que é administrado pelo Instituto Chico Mendes.

Em 1988, o Arquipélago foi incorporado ao Estado de Pernambuco.

Em 2001, Fernando de Noronha entrou na lista da Unesco de patrimônios da humanidade, junto com o Atol das Rocas.

 

Pernambuco

 

Trecho da Ilha de Fernando de Noronha, vendo-se o Morro do Pico.

 

Os Morros Dois Irmãos em Fernando Noronha.

 

Fernando de Noronha

 

Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, do século 18. Sua construção foi iniciada em 1737 e concluída em 1772.

 

Igreja Remedios

 

Mais: Site oficial de Fernando de Noronha

 

Atol das Rocas

 

São Pedro São Paulo

 

Mergulho

 

 

Dois Irmãos

 

Copyright © Guia Geográfico - Ilhas Oceânicas do Brasil.

 

Piscina natural

 

Fernando de Noronha

 

Pernambuco Turismo

 

Uma das piscinas naturais da Ilha.

 

 

 

 

 

 

Divulgação

 

 

Ricardo Rollo

 

Divulgação

 

Divulgação

 

Divulgação